Categoria Neve

poradmintravel

Minha viagem para Patagônia

Em minhas viagens pelo mundo um dos lugares inesquecíveis que visitei foi a Patagônia. Ainda há quem acredite que ali o turista não tem muito o que ver, mas quem pensa assim está muito enganado. A Patagônia é um lugar que possui muitas belezas naturais.

É por isso que está entre os destinos preferidos dos brasileiros e turistas do mundo todo. Posso dizer que foi uma experiência única. Já que pude ver de perto paisagens incríveis e que estão em um lugar isolado de tudo.

E hoje eu vou contar para você como foi essa viagem, os lugares que conheci e as belezas que esse lugar esconde. Vem comigo!

Desbravando a Patagônia

Para quem deseja frio congelante o inverno da Patagônia é o período certo para ir lá. Mas se você quiser tranquilidade para aproveitar tudo, é preferível ir durante os meses de dezembro até abril, quando todas as atrações estão disponíveis, mas as nevascas não atrapalham em nada.

Ushuaia

Ushuaia

Você vai voar para lá, mas os seus destinos podem ser feitos todos de ônibus, como eu fiz. E para começar parti de Ushuaia, que merece pelo menos uns 5 dias inteiros para conhecer todas as belezas.

Ali há praças, museus e parques, que eu percorri a pé mesmo, para conhecer melhor cada detalhe. Você também pode viajar com agências que programam passeios pela região, mas pesquise bem antes de fechar pacotes para não perder nada.

Eu visitei muitos lugares e recomendo que você também visite o Parque Nacional Tierra del Fuego, Glaciar Martial, o Canal Beagle e a Isla Martillo (Pinguinera). É claro que ainda há muito outros e só depende do seu orçamento e tempo para conhecer cada um.

Parque Nacional Torres del Paine

Um lugar longe, mas que valeu muito a pena, foi o Parque Nacional Torres del Paine, que fica no Chile. Mas já tenha certeza de que você vai perder quase todo o dia para fazer o trajeto até lá.

É possível conhecer o parque em um dia, e compensa ir com uma agência, porque então você terá transporte de ida e volta e ainda fará o passeio em uma van, com paradas estratégicas para fotografias e caminhadas.

Também pode ser feito por trekking, e aí você não precisa de agência. Mas o circuito dura dias e o mais tradicional é o W, mas também há o O, que assim como o outro é bem completo e dura 7 dias.

Parque Nacional los Glaciares, em El Calafate

Essa é uma atração que eu recomendo que você não deixe de conhecer. E ali fica a imponente geleira Glaciar Perito Moreno. Ela é considerada como uma das mais importantes reservas de água doce do mundo.

Está localizada em El Calafate, mais um lugar que visitei, e que além desse Parque traz outras atrações, como Glaciarium, que é um bar e museu de gelo. Além disso, tem também a Laguna Nimez, que também rende belas recordações e registros muito bonitos.

El Chatén

O último lugar que visitei na Patagônia foi o povoado de El Chaltén, que fica localizado dentro do Parque Nacional. Ali vivem apenas 600 habitantes, e não é muito longe de chegar, porque está apenas a 3 horas de El Calafate.

Ali sim eu consegui encontrar belos lugares para praticar trekking, afinal, El Cahtén é considerada a capital mundial dessa prática. Ela tem inúmeras opções e a grande maioria é de graça.

Além disso, você consegue fazer muitas delas em apenas um dia também, e eu recomendo aquelas que são mais procuradas e que fiz quando visitei o povoado, que são aquelas que levam até Cerro torre e a Cerro Fitz. Eu reservei 3 dias para conhecer El Chatén e foram muito bem aproveitados!

Bem, foi isso! Muitos lugares visitados, belas paisagens e memórias que vão ficar pra sempre. A Patagônia é um roteiro que vale a pena, e se você tiver a oportunidade, visite. Há muito o que conhecer por lá.